Rádio Nova Salvador FM

(51) 3638-1490 / (51) 99827-7600

Ouça Ao Vivo!Rádio Nova Salvador Ao Vivo

Orçamento Municipal de Salvador do Sul em 2017 tem rombo de R$ 1,5 milhão

O Orçamento da Prefeitura de Salvador do Sul para o primeiro ano da gestão do atual prefeito Marco Aurélio Eckert além de estar comprometido com despesas, sem grandes possibilidades de investimentos para 2017, apresentou um buraco milionário deixado pela administração anterior. A atual equipe econômica se deparou com esse rombo após avaliar a equação entre a expectativa de receitas e a previsão de despesas das secretarias que integram a prefeitura de Salvador do Sul.
A projeção é de que R$ 1,5 milhão irá faltar para no ano , conforme previsão da Secretaria Municipal da Administração e Fazenda. O recurso deveria ser destinado para o fundo previdenciário dos servidores públicos, o Faps.
Diferentemente da União, o governo local não pode apresentar um orçamento deficitário, o que implicaria no calote a fornecedores e até nos salários do funcionalismo público. Dessa forma, para que as contas municipais fechem de forma equilibrada em 2017, além da necessidade de efetivação plena das receitas estimadas, a gestão atual precisa cortar despesas planejadas para o próximo exercício.
Na tarde desta quarta-feira, 28 de junho, o prefeito, acompanhado do secretário da Administração e Fazenda, Fernado Lunckes, contador do município e procurador jurídico, estiveram no IGAM, em Porto Alegre, buscando saídas para minimizar o buraco milionário deixado pela última administração. “A tarefa é difícil, já que essa notícia inviabilizará investimentos da nossa atual administração. Teremos que promover cortes”, explicou Marco.
Os alvos dos cortes nas despesas planejadas para o próximo ano, no entanto, precisam ser definidos até o fim de setembro, quando termina o prazo para que o prefeito envie formalmente à Câmara Municipal o projeto da Lei Orçamentária Anual.
Crédito: Cathierine Hoffmann/ASCOM Prefeitura de Salvador do Sul